Que a Paz Seja o Seu Juiz

Que a Paz Seja o Seu Juiz

Que a paz de Cristo seja o juiz em seu coração.
(Colossenses 3:15)

Tento dirigir minha vida por intermédio da paz. Se estou fazendo com-
pras, não compro uma coisa se não sentir paz a respeito disso. Se estou
envolvida em uma conversa e sinto que estou perdendo minha paz, fi co
quieta. Quando tomo decisões, olho as opções que estão diante de mim
e analiso onde a paz está. Quando estou tentando discernir entre a voz
de Deus e as outras vozes que competem por minha atenção, ouço para
perceber qual voz ou mensagem traz a paz de Deus ao meu coração.

Aprendi que manter a paz é importante para manter o poder em nos-
sa vida. Quando não temos paz, podemos muito bem estar cometendo
um grave erro. Eu chegaria ao ponto de dizer que nunca devemos agir
sem sentir paz. Podemos dizer que a paz é uma “confi rmação interna” de
que Deus aprova a decisão que tomamos.

Deus nos dirige por meio da paz. O versículo de hoje diz que a paz
é como um árbitro que decide se o jogador está ou não impedido. Se
não houver paz, então é “impedimento”! Devemos deixar a harmonia
interior em nossa mente e em nossa alma governar e agir continuamen-
te como um árbitro no nosso coração, decidindo e estabelecendo com
determinação todas as questões que surgirem em nossa mente e as deci-
sões que precisarmos tomar na vida.

Precisamos aprender a obedecer ao nosso próprio senso de certo e
errado e resistir a fazer as coisas que a nossa consciência interna se sente
desconfortável em fazer. Deus dá a paz ou a tira da nossa consciência a
fi m de que saibamos se estamos no caminho certo ou não.

A PALAVRA DE DEUS PARA VOCÊ HOJE:

que a paz seja o seu juiz. Saiba que sua decisão foi aceita quando você sente paz, e que está “impe-
dida” quando você não a sente.

Facebook icon Twitter icon Instagram icon Pinterest icon Google+ icon YouTube icon LinkedIn icon Contact icon